a
 Início | Minutas de Ofícios | Ramais DRE | E-Mail das Escolas | Previsão do Tempo | Busca no SiteFale com a DRE
a
a
Notícias da Diretoria Regional de Ensino de Araguaína
a


Premiação dos vencedores da 5ª OBMEP expõe casos de superação que valorizam os estudos
Assessoria de imprensa/Ministério da Educação/Rodrigo Dindo

Na solenidade de entrega de medalhas de ouro, prata e bronze aos 3 mil vencedores da 5ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, destacou histórias de superação de quatros alunos. A premiação aconteceu nesta terça-feira, 6, na Escola Naval do Rio de Janeiro.

Ricardo Oliveira da Silva, de Várzea Alegre (CE), contou o presidente, sofre de atrofia do tecido muscular e é um vencedor. Em 2006, ele era levado à escola em um carrinho de mão, porque a família não tinha condições de comprar uma cadeira de rodas. Isso não o impediu de se destacar na Obmep. Venceu quatro vezes. Seu empenho e desempenho renderam um contrato de trabalho do governo do Ceará. Sua atividade é contar sua experiência nas escolas. Com o dinheiro que ganhou, explicou o presidente, Ricardo comprou uma casa para a família.

De Natal vem o exemplo de Josecleitom Ramalho. Na trajetória da Obmep, ele ganhou uma medalha de prata, três de bronze e uma menção honrosa. Josecleitom tem doença degenerativa na córnea do olho direito, já perdeu 80% da visão desse olho e aguarda um transplante. Sua maior vitória, segundo o presidente da República, foi passar em primeiro lugar no vestibular do curso de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em 2009. A concorrência, disse Lula, foi de 27 candidatos por vaga.

William Oliveira é outro medalhista da olimpíada que hoje está na universidade. Ele cursa o terceiro ano da faculdade de matemática na Universidade Federal da Grande Dourados, em Mato Grosso do Sul. William estudou em escola pública em Sete Quedas, na divisa de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Em 2005, foi prata na Obmep, em 2006, ouro, em 2007 ganhou menção honrosa. Na avaliação do presidente Lula, se não fosse a olimpíada, provavelmente William ia confeccionar balaios de bambu como seu avô Pedro Lopes.

Caio Coutinho tem 13 anos. É de Ipatinga, Minas Gerais. Segundo relato do presidente, Caio, que tem leucemia, fez a prova no hospital. Ele ganhou menção honrosa. 

Representação – De acordo com o presidente, a representatividade foi uma marca da olimpíada em 2009. Os três mil medalhistas são de 884 municípios e os que receberam menção honrosa são de 3 mil municípios. Da organização e realização da Obmep do ano passado participaram 50 universidades públicas e três particulares, além do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Para a olimpíada de 2010, que recebe inscrições até 18 deste mês, estão inscritos 19,4 milhões de alunos, dados que já superam 2009 (19,2 milhões de inscritos).

A Obmep é promovida pelos ministérios da Ciência e Tecnologia e da Educação, com realização do Impa e da SBM. Tem como objetivos incentivar o ensino de matemática e descobrir talentos entre estudantes das escolas públicas dos anos finais do ensino fundamental e de todo o ensino médio.

Veja algumas imagens da Premiação

Confira ainda o discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de premiação da 5ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) - Rio de Janeiro/RJ (27min13s) (DOC)       Áudio    Vídeo

Mais conteúdo da Premiação Nacional no Blog do Planalto: http://blog.planalto.gov.br/eles-adoram-trigonometria/

Mais informações www.obmep.org.br

<< Voltar

Print Friendly and PDF

Links Relacionados:

P  Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE.

a
© 2007-2018 | Diretoria Regional de Ensino de Araguaína - Av. dos Engenheiros, 337, Setor Jardim Paulista - Araguaína - TO - CEP 77809-320
a


Loading